A logística?




Têm-me perguntado como é a nossa nova logística. Animada, digo eu. 


O Francisco precisa de meias, meias interiores cardadas, collants, pijama mais fresco (pois só tem cardados e ás vezes são quentes de mais), bodies completos com gola e com pernas para ser mais fácil vestir. Tem que ser pesado. Marcar consulta dos 3 meses.

João precisa de sapatos e sapatilhas pois o pé cresce desalmadamente e já me calça o 37. É preciso comprar meias, de preferência ás riscas  e o Tomás fica com meias ás cores. São dezenas de pares por semana que nascem, parece uma plantação de meias que temos. 
Sapatos e botas para o Tomás, bem como boxers tamanho 6. Quer com bonecos. João precisa de camisolas e sweats. Calças para os dois mais velhos, e calças de ganga também, mas sem ser estilo skinny senão ficam com ar de esquisitinhos. 
Ligar para a empresa, pedir mapas, ligar contabilidade e pedir mais mapas. 
Francisco: arrumar roupa que já não serve e colocar nas caixas respectivas

Creme para o corpo para o João, (o que este rapaz me gasta em em cremes é uma loucura), não esquecer para experimentar aquela nova marca para atópicos. Creme para o Francisco, rezar que não seja atópico. Marcar cabeleireiro. 
Sumo compal laranja para um, Bongo do elefante para outro (tem que ser mesmo elefante, se for o da girafa não bebe), e compota. Não inovar na compota, trazer framboesa!!!! Esquecer o morango!
Uvas para um, verdes e sem grainha, bananas (mas não muitas senão ninguém come ficam podres),maças (golden ou reineta? Nunca sei.). 
Arranjar impressora para imprimir mapas. Arranjar comandos da garagem e do portão. 
Ver colecão nova. Arranjar mais fotografias. Editar fotografias. Alimentar redes. 
Falar com G, H, K. Marcar reuniões, de manhã, e de preferência à 5a feira, quando estão todos com a avó. 

200 Gramas de castanhas já abertas para cada um, até sexta-feira. Assinar a autorização do Tomás, falar com a professora do João e procurar o polar que lá ficou. Não esquecer da bata. Não esquecer ligar a fornecedor X e a cliente Y. Responder convites. Onde estão convites?
Fornecedor X não atende. João Pai quer queijo Manchugo, não aquele que parece manchugo, é igual a manchugo, mas pelos vistos não é manchugo. 

Um sai ás 16h30, levar pão com manteiga. Depois de o deixar em casa, ir rapidamente ao supermercado, no caminho para casa, passar pelo colégio e trazer o outro. Não podemos demorar muito senão o peixe pode estragar. Responder a emails e devolver chamadas,algures durante o dia. Registar convites no outlook com as horas e as datas CERTAS. Cliente Y não atende. 
Francisco precisa de infacol. 
Analisar mapas, fazer comentários mentais.
Tomás precisa de fazer a ficha do livro que tivemos tantos dias para ler e ainda não lemos. 
João é auto-suficiente, felizmente.
O que é para o jantar? Mas porque é que precisam de jantar todos os santos dias?

Escrever os comentários mentais dos mapas. Tantos mapas. Enviar comentários e relatórios. Ler relatórios, ir directamente até à conclusão. Marcar médicos, escolher médicos próximos de casa para não fazer quilómetros. Marcar os exames para antes dos médicos. Procurar as prescrições. Consultas duplas, entra um e depois entra o outro. "Perder" uma tarde em médicos com os mais velhos, levar bebé para avó. Chegar a casa antes das 19h, com o carro tipo camioneta indiana. Ser simpática. 

Ver redes sociais, primeira, segunda, terceira. Ver a outra rede social, primeira, segunda, terceira. Alimentar a segunda, responder à primeira. Stories? Acho melhor não filmar isto, ainda me chamam cá a segurança-social. Stories para a segunda marca? Hmmm.... Não tenho conteúdo (ou cabeça?).
Comprar tinteiros. Comprar pilhas, grandes, pequenas, todas e mais algumas. 
Separar roupa dos mais velhos, embalar em caixas com as idades bem visíveis. 
Sapatos, isto parece uma sapataria. É como as meias, nascem  e reproduzem-se a olhos vistos. Retirar as minhas meias que foram parar à gaveta do João. 
Cortar unhas das mãos e pés dos dois. Limpar ouvidos. 
Ver pôr-do-sol lindo pela janela, céu em tons de rosa. Dá para uma foto, uma story. Procurar telemóvel. Puxar a camera, está lento agora com o IOS11. Escolher ângulo. Bebé chora, pôr chupeta. Camera ligada, pronta. Céu escuro. Bebé dorme. 

É mais ao menos isto que acontece (dentro da minha cabeça).



Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas

Ai, se ao menos dormisses eras ainda mais delicioso. Isto das noites roubam-me anos de vida. Já fui roubada antes pelo João, não anos mas sim décadas de anos de vida. Depois foram repostos com o Tomas e agora foram-se novamente. Já não tenho idade nem energia para isto. Sinto cada ruga nova, cada branca a nascer, a paciência a desaparecer. Dói o corpo, dói a cabeça, dói-me todas as células.