25 Regras para Mães de Meninos






Já escrevi sobre meninos e as mamãs, sobre as brincadeiras que mais gostam e quase tudo relacionado com um mundo mais azul, mas quando vi este post neste blog, vi logo que tinha que o partilhar.
Podem concordar com a lista, ou não concordar, podem até mesmo acrescentar algumas coisas ou retirar alguns pontos, mas deve servir de inspiração a muitas mães, que fazem o seu melhor para educar e acompanhar um menino e transforma-lo num bom marido, num óptimo pai e numa pessoa excelente. As Mães de meninos são aprimeira grande influência feminina da sua vida, os seus primeiros amores, asuas primeiras professoras, o seu compasso moral e irão determinar como os seusfilhos tratarão as suas futuras mulheres. 



1.  Ensine-lhe a expressar os seus sentimentos   
O seu filho vai berrar de frustração e esconder-se de vergonha. Vai chorar de medo e gritar de excitado. Deixe-o expressar-se corporalmente, mas também explique-lhe qual o nome da emoção que sente nesse momento e qual a resposta adequada a essa emoção. Mostre-lhe que há mais pessoas a sentirem o mesmo e quais as suas reacções. Mostre-lhe que não há mal em falar sobre aquilo que sente, pois um dia mais tarde ele assim vai saber a diferença entre vergonha e zangado, entre desilusão e tristeza. 


2. Seja a sua fá número 1! 
Seja a pessoa que mais grita por ele, com mais força e com mais motivação. Mesmo que lhe digam “Mãe, pára com isso” continue a cantar as músicas preferidas alto e em bom som. Mostre as suas fotografias de quando ele era um bebé á sua primeira namorada, ou ate mesmo quando largou as fraldas, ou o maravilhoso desenho que lhe fez no dia da Mãe. Ele vai ficar envergonhado, não haja dúvida, mas saberá sempre que pelo menos há uma pessoa que torce por ele, e que o apoio incondicionalmente. 

3.   Ensine-o a lavar roupa 
… a pôr louça suja na maquina, passar a ferro, cozinhar alguma  coisa. Ele pode nem  sempre optar por o fazer, ou ate mesmo nunca o fazer, mas um dia mais tarde a sua nora vai-lhe agradecer. 

4.    Leia-lhe histórias e leia com ele 
Emilie Buchwald disse “ Crianças tornam-se leitores de livros no colo das suas mães”. Dê a oportunidade ao seu filho de apreender coisas novas, de imaginar e entrar na ilusão do faz de conta, tudo através de livros. Deixe-o ver a si a ler, livros, revistas, jornais. Ajude-o a entender que ao escrever palavras e textos estamos a eternizar aquele momento e memórias.

 5.     Ensine-o a dançar
Dança, ritmo, movimento e música fazem parte da cultura universal. Em qualquer lado, em qualquer lugar, com quer que estejamos há sempre dança, música ou ritmo. Ele não precisa de ser um dançarino brilhante, apenas que saiba se mexer consoante o ritmo da música. 

6. Dê-lhe bons exemplos de homens fortes, com personalidade com integridade, determinação e inteligência
Exemplos de homens com músculos e uniforme ( como por exemplo o Batman ou o Super-homem) irão sempre acompanhar-lho durante a sua infância. Mas ele também que saber que existem super heróis devido à sua inteligência ( Albert Einstein), á sua escrita (Mark Twain), ás suas palavras (Dr Martin Luther King), á sua determinação,  etc etc. mostre-lhe um outro lado de super-heróis.

7.  Mostre-lhe exemplo de mulheres que são lindas e fantásticas devido á sua determinação, integridade e inteligência.            
Mulheres bonitas e maravilhosas ele vai estar sempre rodeado (princesas da Disney, cantoras Pop, top-models) desde do dia em que nasceu. Mas mostre-lhe mulheres que tem uma beleza interior extraordinária como por exemplo Madame Marie Curie, Eleanor Roosevelt, Oprah Winfrey, (Aung San Suu Kyi.

 8.  Seja um exemplo de uma mulher bonita, inteligente, determinada e com  integridade
Aos olhos dele, certamente já o é, mas caso tenha dúvidas lembre-se do seguinte:
- deu á luz
- um ser humano foi gerado e saiu de dentro do seu corpo,
-  cuidou de um recém-nascido,
- com um beijo seu a dor desaparece,
- ensinou alguém a ler,
-  ensinou uma criança pequena comer com talheres de mesa,
-  limpou diarreia e vómitos e não desmaiou
- amou alguém tanto e tao forte que daria a sua vida por ele,
-  encontrou uma maneira de ser forte quando o seu filho sofreia
....é sem duvida uma supermulher, e não duvide disso

9.   Ensine-o a ser civilizado e a ter modos
Porque é bonito ver um homem com bons modos e civilizado, e o mundo acaba por ser um pouco melhor.
            
10.     Dê-lhe algo para acreditar
Porque um dia ele terá medo, ou ficará nervoso, ou com o coração partido, ou perdido, ou apenas a precisar de si e não estará lá para o apoiar. Dê-lhe algo para onde se virar quando se sentir sozinho, e assim saberá que nunca estará sozinho, nem abandonado.
        
11.      Ensine-o que há alturas em que é preciso ser-se gentil
Com bebés, com flores, com os animais e acima de tudo com os sentimentos das outras pessoas.


12.    Deixe-o estragar a roupa
Deixe-o estragar e sujar a roupa. Mentalize-se que será assim, senão vai travar uma batalha perdida. Não perca tempo nem energia a discutir sobre roupa suja, sobre algo inevitável. Os meninos gostam de destruir, de saltar, de esfolar joelhos e dar pontapés, e sujar tudo. As roupas são os acessórios da brincadeira.

13.   Aprenda a chutar uma bola
Ou usar um taco de basebol, taco de golfe, ler musica, desenhar pandas e dinossauros e saber de cor o nome dos comboios. Faça parte do seu mundo e não seja apenas um observador.

14.    Vá lá para fora com ele
Desligue a televisão, desligue os jogos e os ipads e guarde o telemóvel. Vá la para fora, sem aparelhos electrónicos e mesmo sem máquina fotográficas. Vá para o jardim, corra atras dele, veja sua cara a iluminar-se de alegria e explore o seu mundo. Faça perguntas, responda às dele. Será magia para o seu filho.
 
15.    Deixe-o perder
Perder é uma chatice e ninguém gosta. Mas não ganhamos sempre e temos que saber ser um bom perdedor. Ele aprenderá como é que sente quando se perde, e mais tarde na sua vida saberá lidar com isso. Mostre-lhe e faça-lhe compreender que na vida há vezes que ganhámos e outras em que perdemos. Mas nunca desistir

16.  Dê-lhe oportunidade para ajudar outros
Há uma grande diferença em dar uma oportunidade para ajudar outros ou forçar alguém a ajudar outros. Dar a oportunidade para ajudar acende uma chama no coração das pessoas e a chama fica cada vez mais acesa e brilhante sempre que essa oportunidade surja. Seja um exemplo em ajudar os outros. 

17. Lembre-lhe que a prática leva à perfeição
Não apenas no desporto ou na vida escolar, mas em tudo na vida.

18. Responda sempre aos “porquês”
Responda ou procure as respostas para responder mais tarde. Mostre-lhe onde encontrar respostas, como por exemplo o pai, avôs, tios, livros internet). Coloque-lhe a pergunta de modo a que possa pensar nela, e que chegue à resposta por si próprio. Um dia, quando tiver uma pergunta que queira fazer, mas terá vergonha de perguntar à Mãe, saberá então onde e como encontrar as respostas.

19. Tenha sempre consigo pensos rápidos para as feridas e lenços de papel.
Especialmente os lenços de papel.



20. Deixe o Pai ensinar-lhe coisas
… sem interrupções, e sem ir lá mostrar “como se faz”. Se deixar o Pai ensinar, mostrar e descobrir coisas com o filho verá que um dia mais tarde começará a pensar que o Pai sabe mesmo tudo. Será sempre a sua Mãe, mas na sua cabeça de homem adulto o Pai saberá as respostas. E será devido a isto, quando o filho adulto não terá tempo para ligar à Mãe para pôr a conversa em dia, que saberá das coisas que se passam na sua vida.

21. Dê-lhe algo para poder soltar e libertar as suas energias
Tambores, baterias, sacos de boxe, bolas, espaços abertos, água, um cão. Dê-lhe algo para se poder libertar e se soltar, ou caso contrário irá recorrer às suas coisas, às suas almofadas, sofás, tachos etc

22. Construa castelos e fortalezas
Castelos e fortalezas têm o dom de transformar um dia normal num dia magico. Pegue nas almofadas do sofá, lençóis e cobertores e monte uma caverna. Pelo resto da sua vida ficar-lhe-á grato por estes momentos e por saber que há magia nas coisas normais do dia-a-dia. 

23. Leve-o a sítios e locais novos
Porque vai fazer ser mais criativo, vai-lhe abrir a cabeça e o coração. Vai-lhe criar memorias e fazer perguntas. 


24.Beije-o.
Qualquer Mãe de rapazes lhe dirá que são muito carinhosos e meiguinhos. Podem também ser destrutivos, com brincadeiras violentas, mas há sempre momentos em que são verdadeiramente ternurentos. Beije-o quando ele tiver 2 meses, 2 anos, 6 anos, 19 anos.  
Diga ao Pai para o fazer também, assim mostrará que os homens adultos também podem mostrar sentimentos e fazer carinhos.
 

 25.Seja a base e o pilar da casa
É a sua Mãe, o seu lar. Quando aprenderá a andar, dará alguns passos e regressará a si. Quando tentará fazer algo de novo vai olhar para si e procurar o seu sorriso de orgulhos. Quando aprenderá a ler irá repetir o mesmo livro 20 vezes só porque o ouvirá essas vezes todas. Quando jogará um desporto irá procurar a sua cara nas bancadas e na multidão. Quando ficar doente, chamará por si. Quando fizer asneiras (das grandes), chamará por si. Quando já for adulto e quiser chorar, irá correr para si, pois não um homem adulto pode sempre chorar em frente à sua Mãe. Mesmo com uma namorada, ou uma esposa e com uma casa nova, será sempre a sua Mãe, a sua constante, como o sol. E tudo se encaixará na sua vida 

nota: a maior parte das fotos foram retiradas do blog original 

mais Mummy Stuff posts aqui

facebook | instagram | google+| bloglovin

Comentários

  1. Oh meu deus. Não me vejo a ser mãe a não ser do meu menino. É isto tudo e mais. Nem tenho palavras, só sentimentos!

    ResponderEliminar
  2. Sou mãe de 1 menino e adorei o post. Obrigada pela partilha

    http://ohcutxicutxi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Estou ansiosa por receber o meu príncipe e ensinar-lhe tudo isto e muito mais! Adorei!

    ResponderEliminar
  4. ...Estou emocionada!!!!!
    Mães de meninos leiam isso.

    ResponderEliminar
  5. Descobri hoje o seu blog e adorei! Parabéns e cá voltarei muitas vezes.
    Tenho um menino e concordo em tudo consigo!

    ResponderEliminar
  6. Adorei, me vi fazendo tudo isso com meu filho, até mesmo as que ainda não fiz. Parece que o vi já adulto vindo me visitar. Foi mágico. Obrigada!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas