Tempo só para nós



Este fim de semana, mais propriamente no domingo fiz algo que há muito não fazia. Há muito mesmo (anos!!)


Tudo começou na sexta à noite, quando fomos jantar com uns amigos, e em conversa alguém disse que precisava de relaxar. Eu respondi que precisava de ir ao spa. E desde aí que não me saiu da cabeça. 
Spa!

Sábado estava KO (sim, esta gravidez, 8 anos depois da primeira, está a esvaziar as minhas forças todas), e passei o dia em casa. Os miúdos tinham lá amigos, fizemos mousse de chocolate e experimentei umas entradas novas para o jantar ( adoro cozinhar, mas não por obrigação, e verdade seja dita, relaxa-me). Mas ainda me sentia meio cansada. 

No domingo eles tiveram a proeza de acordar as 7:30, e eu nem me queria acreditar. Foi aí que decidi: é hoje!

Estive a ver na net quais os tratamentos que havia, e como medricas que sou, optei por um facial. Não é uma massagem relaxante, eu sei, mas no estado em que stab, tinha o mesmo efeito psicológico. 

Cheguei meia hora mais cedo, e fiz tudo nas calmas. Mal entrei só o cheirinho já por si teve em efeito calmante. Desliguei o telefone e iPad, despi-me  vesti o roupão. Fui esperar na sala de relaxamento, ainda a pensar em com ia fazer passar o tempo, sem iCoisas e  talvez deveria ir para casa pois havia ainda tanto para fazer. Deitei-me nas camas e abri uma revista, ao som da música suave que tocava lá no fundo. Quando dava conta que lá me vinha um pensamento sobre os miúdos , os trabalhos-de-casa, a que horas ia chegar e se não era muito tarde para o jantar ( temos que  jantar cedo no domingo, deitar cedo, chama-se paranoia de domingo!), fazia um esforço para me concentrar na revista ou na música. 

A terapeuta veio ter comigo, e encaminhou-me para uma sala. Entramos, e cheirava bem. A meia luz, com velas no chão e a mesma música de fundo. 

Foram 60 minutos que voaram. Mesmo só sendo na cara e na cabeça, fez maravilhas ao corpo, alma e mente. Flutuei, mesmo estando deitada na marquesa. 
No fim ainda voltei à sala de relaxamento e acabei de ler a revista. 

Voltei para casa leve, a respirara fundo, e cabeça serena. 
Já me tinha esquecido de como é bom e de como precisamos de ter um tempo só para nós. 






Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas