Esquizofrenia ao jantar




Isto dos jantares está a começar a ficar esquizofrênico. 

Se num dia eles adoram o que vem para a mesa, já na próxima vez que é esse mesmo prato, é como se fosse a pior coisa que lhes podia ter posto à frente. 

Temos uma regra cá em casa, não há comidas especiais, e têm que comer o que vem para a mesa. Tento variar bastante nos pratos, desde carne a peixe, a vegetais, cozinha portuguesa, mais internacional, italiana  etc etc. Não são pratos exóticos nem esquisitos, falamos de bacalhau com natas, carne assada, peito/ coxas/ pernas de frango, empadão, lasanha ( legumes ou carne), timbal, arroz de pato/ frango, massa, peixe fresco, salmão, arroz de tamboril, quiche, pastéis de bacalhau, hambúrgueres, etc etc. Ha quase sempre arroz ( imposição dos mais pequenos), salada ou legumes para acompanhar, e por vezes tento trazer uma novidade tipo couscous. 

Mas a esquizofrenia não se aplica apenas às novidades, mas sim transversalmente a tudo o que se põe na mesa. Arroz de frango, num dia é a delícia da noite, já na próxima vez é o pesadelo pior que se pode ter. Lasanha, arroz com cenoura, bifes, peixe, filetes, enfim... tudo na realidade. 

Digamos que aquele momento relaxante em que estamos todos felizes à mesa, alegremente a contar o nosso dia, digno de uma bela foto do instagram , é uma ilusão...


Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas