(tentar) jogar minecraft



Este fim-de-semana tentei jogar Minecraft com o Tomás. 

Passamos tanto tempo a ouvir-los falar daquilo, de todas as casas que iam construir, dos quartos e das salas, das garagens ( ai! As garagens!), achei que eles algo tipo "Bob, o Construtor", com toda a simplicidade evidenciada nesses desenhos-animados. 

Depois de ele tanto insistir, e de eu ter dado as mais variadas desculpas, não tive mesmo hipótese e lá fomos (tentar) jogar. O miúdo lá ligou a consola, meteu cd, puxou o jogo, criou dois utilizadores, ás vezes aquilo não corria como ele queria e lá soltava uma exclamação, mas depois lá voltava ao que queria, e o que é certo, é que sem saber ler nem escrever, lá estávamos os dois prontos para jogar. 

Mal comecei a ver o monitor  da televisão, vi logo que os gráficos eram muuuuito mais sofisticados do que na minha altura. Mas ok, a tecnologia evoluiu, logo os jogos também. Mas não deve ser muito complicado, pois afinal de contas o miúdo com os seus 4 anos , joga, e constroi coisas. 

Primeiro, fico super admirada como é que um miúdo de 4 anos já tem a destreza de ligar / mudar / pôr/ retirar / mexer naquele jogo.
Segundo, fico ainda mais admirada como é que eu, uma adulta, não consegui sequer mexer o cursor. Aquilo mais parecia um script de programação, quase ao estilo NASA, com linguagem super e ultra sofisticada,  em 4d ( ou 5d??) e eu especada a olhar como o elefante para um palácio.



Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas