"os meus filhos cansam-me"


Post antigo, mas que bem resume este meu / nosso fim-se-semana.....

As crianças são o que melhor há no mundo, e os nossos filhos são a nossa vida. Não há dúvidas disso, é talvez a única verdade absoluta certa e firme da nossa existência.

Mas cansam-nos.

Faz parte da existência deles a energia esgotante e a agilidade permanente. Faz parte da existência deles querem os pais, agarrarem-se à mãe, chorarem pelo pai.

Mas cansam-nos.

São raras as mães (e pais) que corajosamente conseguem admitir que os filhos são cansativos. Há sempre aquele medo de serem julgados e criticados pela mãe perfeita mais próxima. Os que corajosamente admitem, são imediatamente rotulados de "maus", e as suas crias de "hiperactivas" e “mal-comportados”. E ninguém quer ser mau nem ter filhos abaixo de exemplares.

Mas o que é certo que eles falam alto, falam sempre e constantemente, cantam e berram, pegam-se e dão puxões, saltam para cima das mães, calcam-nas, ocupam espaço e enchem-nos a cabeça e o pensamento, dominam a nossa existência.

“Os meus filhos cansam-me” pensamos mas não dizemos. 
“Sugam-me a energia do corpo, dos ossos, das veias e da cabeça”, sentimos mas não admitimos. “Drenam-me até ao infinito e repetem vezes após vezes”.

Cansam-me com todas as forças que têm, com todos os berros e gritos, com os saltos e com as corridas. Drenam-me com a energia infindável que os seus corpinhos milagrosamente produzem. E depois recuperam durante a noite para recomeçar tudo de novo, várias vezes, centenas de vezes, várias centenas de vezes.

Gritam mais alto do que os meus ouvidos são capazes de tolerar, sentam-se mais em cima de mim do que é fisicamente possível, agarram-se ao meu pescoço e colo, puxam-me só para eles.

Drenam-me de tudo o que tenho, tiram-me anos de vida, horas de sono, moléculas da juventude. Regeneram-me com um beijo, revitalizam-me com o riso.

foto: pinterest.
Mais  Mummy Stuff posts aqui

Comentários

  1. FinalMente alguém que me compreende.... As minhas cansam- me e não tenho vergonha de dizer! Adoro-as mas a energia é demasiada de manhã até a noite...a descrição deste post ê tal e qual cá em casa.... Obg pela partilha!

    ResponderEliminar
  2. E tao verdade!!e isso nao pode ser uma vergonha,ninguem e de ferro!!esta certo que podemos fazer mil e uma coisas ao mesmo tempo,mas va la perguntem-nos como estamos depois e nos nem forcas teremos para responder!!Li uma vez que mae e dada como bipolar ora quer estar com os filhos ora quer que lhe deem um pouco de espaco!quando esta com eles pensa o que ainda tem para fazer e o jeito que dava eles estarem noutro sitio com alguem e quando estao longe de nos so pensamos neles e o que estariamoS e podiamos estar a fazer com eles!!Mae sofre

    ResponderEliminar
  3. Adoro os meus filhos , mas a verdade é que sei que são eles que também me sugam quase todas as energias .

    ResponderEliminar
  4. Eu nunca tive vergonha de dizer que os meus filhos me cansam, são a causa dos meus cabelos brancos, e que estão cada dia mais malandros ( no sentido fantástico :). Porque nunca esperei que ter filhos fosse de outra forma. Uma animação constante!! Mas o maior cansaço é o da preocupação quando eles estão quietos, sossegados , porque nessa altura normalmente estão a ficar doentes, e isso é que dá verdadeiramente cabo de uma mãe. Eu fui mãe tarde, tenho a experiência de muitos sobrinhos, sabia no que me estava a meter :D

    ResponderEliminar
  5. Obrigada por estas palavras que podiam ser tão minhas. Às vezes sou eu que me sinto mal por não ter energia suficiente para eles, mas que eles me cansam e me sugam a energia até ao tutano é bem verdade, mas que os amo incondicionalmente e que este amor me renova a energia a cada dia também.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas