Mom-preneur | Ja fez um ano.

Há um ano atrás  escrevi isto. Há um ano atrás dei um salto ( salto esse que na altura considerei de muito grande!). 
Tornei-me oficialmente numa Mom-preneuer, como tantas que me lêem. Nada de mais, muitas já o fazem e com uma perna ás costas, mas para mim foi um salto


Hoje, esse salto foi triplicado, além dos pontos de venda que temos, arranjei uma sócia, abrimos loja e estamos cheias de projectos. Carreguei caixotes, servi de fotógrafo e de modelo, aprendi contabilidade, aperfeiçoei a parte financeira, limpei o pó, aspirei e varri, pintei, subi andaimes, transportei dezenas e dezenas de caixas, fiz malas de carros e desfiz as mesmas de madrugada depois de 18 horas de trabalho, fiz contas, fui criativa, fiz erros, acreditei e resultou, acreditei e fui ingénua, fiz mais quilómetros do que alguma vez antes, conheci pessoas fantásticas, conheci pessoas que não foram fantásticas, dormi muito menos do que queria e do que precisava, zanguei-me e tive vontade de desistir, ri-me queria continuar!. Mas estamos a crescer e isso é bom ( e assustador!). 

A nossa coolstore ( como gosto de a chamar) já existe há já dois meses, e são raros os dias que não estou aqui. Aliás, são raros os dias que em que não penso nela, são raras as noites em que não fico a trabalhar em casa por causa dela, e são muito frequentes às vezes que sonho com ela. 
Também aconteceu outro fenómeno, a coolstore ocupa uma grande (enorme) parte do meu dia, da minha cabeça, e da minha vida. 

Mas nem tudo são rosas, e os meus filhos ( especialmente o mais novo) que o digam. Durante algum tempo ao fim da tarde lá vinha eu para a loja e os deixava em casa. O mais velho é mais crescidinho e já percebe, já o mais mais novo, mal entrava no carro quando o ia buscar ao colégio perguntava logo " vais sair hoje? Vais para a logica (loja)?" Num sim muito culpado acenava com a cabeça , mentia-lhe ao dizer-lhe que sim mas que era rápido, mais rápido do que ele pensava. 

Isto de trabalhar por conta própria não é a maravilha que se pensa. Claro que é bom ter uma grande flexibilidade de horários e uma grande flexibilidade na organização do nosso dia.  Mas depois trazemos o trabalho para casa, na cabeça e no iPad. Não desligamos, nem podemos, pois o sentido de responsabilidade é enorme. Tudo depende de nós, e muitas vezes quem fica mais prejudicado é a família mais próxima. 
Desde de há uns tempos para cá que defini uma regra para mim própria , a partir do momento em que estou com eles , desligo-me de tudo ( ou pelo menos tento). Resulta para eles, mas o que acontece é que faço noitadas pela noite dentro para recuperar aquelas horas. 

O balanço é muito positivo e não estou nada mas mesmo nada arrependida, só mais cansada..!!!


Mas se quiserem estar mesmo mesmo em cima de tudo o que acontece na Noah&Cool sigam pelo instagram e pelo facebook

Podem encontrar a Noah&Cool todos os dias na nossa cool store ( espaço7, rua do teatro, Porto. - seg-sáb 10:30-19:30) 


Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas