A invasão impiedosa | Os filhos são uns chatos 2


Isto de ter filhos é uma chatice! Já aqui tinha dito, e volto a referir. Eles são uns chatos! E agora acrescento, são uns tiranos!


Exigem comer, todos os dias, e várias vezes por dia. E tem que ser comida variada e saudável. De preferencia biológica e macrobiótica, directamente da quinta da avó e do cabaz do campo. E depois querem beber água e ainda para mais iogurtes, gelatinas e bolachas. E quando não há choram como se fosse o fim do mundo ou como se tivessem a ser arrancados os dentes a sangue frio. 

As unhas deles crescem desmesuradamente, e a um ritmo galopante. E não contentes com o facto de terem 10 dedos em cada mão, o que perfaz um total de 10 unhas a crescerem mais rápido do que a velocidade da luz, ainda temos os pés! Com outras 10, que, como as primas de cima, também crescem furiosamente. E passamos horas da semana a cortar 20 unhas minúsculas que mais parecem o popeye. 
O mesmo se aplica com a cera dos ouvidos. Mas felizmente só há dois ouvidos por crianca. 

Não vêm com botão on/off o que sinceramente é uma chatice. Não se desligam quando queremos, nem falam quando devem. São do contra e fazem finca pé para o ser. 
Encontramos alguém na rua e dízimos maravilhas do nosso benjamin, que é esperto, é lindo, super simpático e diz coisas engraçadas. Obviamente que é o cúmulo da boa educação, e nada de fazer disparates. Depois lá vem o elogiado é tão gabado benjamim, e nós felizes da vida para o poder mostrar qual troféu, e eis que ele se fecha em copas. Nem uma palavra, nem um olhar, um beijo arrancado a ferros. 
Chegamos ao carro e eis que falam que nem um catatua! Só para chatear!
Quero, posso e mando!

São do contra e gostam de o ser! Querem mostrar a supremacia da sua tenra idade e celebram a hora de ir deitar como se fosse o jubileu do seu reinado. Com direito a choros e fitas, corridas e dezenas idas à tão amiga casa-de-banho. Desafiam os ponteiros das horas  e a sanidade dos pais. 
E ganham!


Vivemos na ditadura dos meios pingos de gente, com um exército implacável e de televisão sempre no panda. Migalhas demarcam o território, brinquedos espalhados fazem de fortalezas. Estes conquistadores de meio plano de altura, desembarcaram em terras simpáticas e capturaram os nativos. Foram feitos prisioneiros para a vida e não há história de que alguém ter conseguido se salvar. 
Podemos tentar fugir e esconder, mas seremos sempre apanhados e descobertos!
Estamos, sem dúvida alguma, entregues à mercê de combatentes impediosos! 


Agradecemos aos céus por aqueles cinco minutos de silêncio. Rezamos que durmam a noite toda sem intervalos, suplicamos que comam tudo e que engordem. Não saiem da nossa cabeça durante as 24 horas do dia, invadem a nossa casa e tomam-na como refém, intrometem-se em todas as decisões que tomamos, grandes ou pequenas, insignificante ou marcantes. Estão sempre fisicamente em cima de nós, mentalmente no nosso cérebro, e emotivamente na nossa alma. 
Apoderam-se de nós, e nós deixamos. 
E quando está tudo a desmoronar, quando dizemos que já não aguentamos mais, ainda pensamos em mandar vir mais um. 
Curioso não é?



Sigam-nos por aqui @mybabyblueblog
Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

  1. Adorei! Que descrição maravilhosa para o que os pais passam ;)

    ResponderEliminar
  2. As vezes penso tanto nisto. As vezes estou tão cansada do trabalho, chego a casa e o meu filho casado também desata a fazer asneirolas sem parar e eu penso... e com dois?! Venha ele!!!

    ResponderEliminar
  3. cara Marta... acho que vou partilhar este seu post, se me der licença! então o último parágrafo está mesmo na mouche :) parabéns e um beijinho cheio de energia positiva. nunca é de mais...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas