Jaden Smith & LV




Jaden Smith, 17 anos, filho de Will Smith, faz parte da nova campanha da Louis Vuitton. Nada de novo, muitos filhos de celebridades tornam-se eles próprios em celebridades e por vezes até ofuscam os pais.

Mas, neste caso, é algo diferente. Jaden Smith, masculino, faz parte da campanha de verão da Louis Vuitton da coleção feminina.
Sim, é mesmo.



E porquê ? Perguntam vocês?
E como? Também perguntam?

Pois bem, dentro de uma filosofia ( que cada vez está a ganhar mais adeptos) que não deve haver géneros específicos para roupa ( e não só), como por exemplo a questão da saia que poderá ser usada  em ambos os sexos e não só apenas nas mulheres, a LV e Jaden assumiram uma postura mais aberta e menos rigorosa.

Roupa é roupa, apenas isso. E deverá ser usada conforme o estado de espírito de cada um. Se uma mulher acorda de manhã e quer usar um fato com gravata ( sim, um exemplo mais banal eu sei), porque não deverá? Se um homem acorda na disposição de usar uma saia , porque não?

Jaden Smith já tinha mostrado a sua atitude mais aberta na escolha do seu guarda-roupa.


Cada vez a sociedade está lentamente a abolir a questão dos géneros. Hoje foi com a roupa, mas já tem vindo a acontecer com o aparecimento de modelos com uma beleza chamada de " andorogenea". Iniciou-se com a atriz Tilda Swinton ( do filme The Beach) e hoje já só inúmeros os modelos nessa categoria. 




Então mães? O que diriam se o vosso filho pedisse para usar uma saia? Estão com abertas a essa possibilidade ou é um não categórico?

Pessoalmente, bem, e para ser muito sincera, não sei. Sou aberta de cabeça, aberta de mentalidade, mas não sei. Acho que no que toca a nós próprios, quando é connosco, as coisas são menos preto no branco não é? Acho que seria mais difícil de aceitar, não impossível, mas mais difícil de aceitar. 

Fica aqui o tema lançado para um próximo post. 








mais Mummy Stuff posts aqui

Comentários

  1. Pois, há uns anos atrás as mulheres lutavam para poder usar calças... E ainda bem que somos vistas em maior pé de igualdade hoje em dia. É verdade que devemos ser tolerantes mas temos que aceitar que a diferença de género existe logo à partida a nível cerebral. A nossa sociedade é um misto de grande liberalização e "o diferente é que é bom" mas também de muita crueldade. Não sei até que ponto ia aguentar ver o meu filho sofrer os gozos que esse comportamento implicaria, por isso talvez lhe tentasse explicar que era melhor ele continuar a usar calças e calções...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas