O dia em que entrou um menino no Mundo da Barbie




Só tenho rapazes, portanto este post é de uma perspectiva apenas. 


Desde sempre que adorava a Barbie, tinha imensas, todas a parafernália associada. Desde casas, carros, secadores do cabelo, lavandarias, balanças, bicicletas, enfim, tudo o que fosse cor-de-rosa e da Barbie eu adorava. Portanto sempre convivi com este Barbie World ( até era sócia do Club da Barbie, onde recebia cartas escritas pela a própria e tinha um cartão de membro exclusivo!) e sempre percebi a excitação que incorporava.


Mas depois de ver este anúncio….. só penso… “ o que é que te aconteceu Barbie? Por que raio foste incluir um miúdo no teu mundo??” 

É que é um pouco way too much… mesmo para uma mãe moderna de meninos!


Não tenho problemas em deixar os meus filhos brincarem com bonecas e com casinhas, ou ás casinhas. Não acho anormal, nem acho que vá prejudicar o seu desenvolvimento futuro, nem muito menos definir a sua orientação sexual.

Não considero que brincar com bonecas ou às casinhas vai definir a orientação sexual da criança. Penso que a orientação sexual de uma pessoa é algo mais profundo e intrínseco à própria, e não é com casinhas ou com bonecas que vai se puxar para um lado ou para o outro.
Vários especialistas defendem que é bom para o desenvolvimento da criança pequena brincar tanto com brinquedos de menino como de menina. Neste caso, deixar os meninos brincarem com bonecas e ás casinhas. Acho que quando são pequenos, eles aplicam ás suas brincadeiras o reflexo real do que vivem, reproduzem fielmente diálogos dos pais, e situações caseiras, e como nessas idades têm uma ligação muito estreita com a mãe, tendem a puxar muito mais por essa “personagem”.
.


Mas voltando ao anúncio, wtf???… 


mais posts com a tag "opinião" ver aqui.



Comentários

Mais lidas