Caríssimo São Pedro

Caríssimo São Pedro

Sabes aqueles dias longos de céu azul forte, sol (mesmo) quente, noites mornas, e aquele bronze dourado?

Lembras-te daquelas tardes passadas na praia, com a areia a escaldar e as ondas a embalar um soninho repousante?
Estás recordado daqueles gelados á beira-mar, dos fins de tarde maravilhosos , e dos jantares sem ponta de vento á luz das velas?
Sabes quais são?
Sabes mesmo?

Pois, eu também sei, das minhas memórias longínquas de criança, e dos dias sempre com sol, sempre quentes e sempre iguais. Senão até ficaria a pensar que eram um mito impresso nos postais ou naqueles instagrams cheios de fotos de sol e mar, fotos e imagens repetitivas e monótonas.

Mesmo assim, agradeço-te. Sim, agradeço-te. Não porque agora não preciso mais de arranjar desculpas para fugir á praia, ou porque assim não preciso de estar esturricada ao sol para tentar ficar quase tão morenas como as outras, mas sim pelo facto que conseguiste criar nestas semanas que temos de férias grandes,  em bem dizendo, nestas semanas pelas quais ansiamos o ano todo por dias longos e compridos, salgados e molhados, conseguiste criar uma dinâmica interessante.

Casaco ou não casaco?
Chuva ou sol?
Praia ou casa?
Ar condicionado ou aquecedor?
Tremo ou apenas fico gelada?
Estamos todos branquinhos ou com uma "corzinha"?
Guarda chuva ou boné?
Protector ou não?

Está  a ser animado está!! E eu a pensar  em como iria entreter os miúdos este dias todos.... Tiraste-me um grande fardo das costas!

Um grande obrigada, destes aqui, que passaram 350 e tal dias a pensar nestas férias. Obrigada, por quando voltamos ao trabalho não corremos o risco de estar moles e lentos, assim, já entramos no ritmo e não iremos sentir aquele choque traumático das botas e dos casaco, do céu cinzento e do vento.

Como diz o meu Mini Tomás
"Obrigadinha sim!"




Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

Mais lidas