8 Truques para lidar com crianças teimosas


8 effective ways to deal with stubborn kids

Como pais, por vezes lidamos com filhos teimosos. E torna-se ainda mais difícil se for algo muito repetitivo, uma batalha entre pai e filho. 

As crianças tem tendência  a ser mais teimosas quando pensam que têm o controle da situação. Este comportamento de teimosia é muito comum dentro de cada faixa etária, e pode ser levada ao extremo caso os pais não consigam gerir bem esta fase. 


Aqui ficam alguns truques que podem ajudar:

1. Fale e escute o seu filho
A comunicação é essencial em qualquer fase da vida do seu filho. Estudos mostram que os miúdos com uma melhor compreensão dos seus pais estão mais aptos a chegar a um compromisso.

2. Mantenha a calma
Por vezes é difícil, ou mesmo muito difícil, mas é essencial que se mantenha calmo
Não grite - só irá piorar a situação.
Ser teimoso faz parte do crescimento, lembre-se disso.
Os miúdos imitam o comportamento dos pais, portanto se começar a gritar de rompante, muito provavelmente irão fazer o mesmo. 

3. Ensine o dar e receber
Como bom pai que é, tem que mostrar ao seu filho a arte da troca, do dar e receber. 
Ensine a partilhar, a ceder, e a chegar a um compromisso.

4. Ajude o seu filho a perceber o seu erro
Ajude-o a perceber que agiu mal, mas sem gritar nem fazer um drama.

5. Reconheça o bom comportamento
Elogie-o quando fez algo bem, assim o fará sentir importante e com orgulho. 

6. Crie Rotinas
Rotinas podem ajudar a prever comportamentos e resultados. As crianças sentem-se seguras com rotinas, pois sabem o que lhes espera, o que vão fazer, e o que irão sentir. 

7. Apresente novidades
Saiba criar rotinas, mas saiba também ser flexível. Não há mal nenhum em quebrar uma ou outra regra de vez em quando. Seja criativo. A espontaneidade faz maravilhas. 

8. Não force a criança
Não force a criança a fazer o que diz só porque sim. Explique-lhe o porquê. Ajude-o a compreender. 

Fonte: MomJunction ( fotos incluídas)

Ver mais posts sobre educação e desenvolvimento dos bebés e das crianças, ver aqui


Comentários

Mais lidas