Os brinquedos | Haja paciência


(Realmente, ainda não se tinham debruçado sobre a temática \ problemática dos brinquedos e como brincar. Sim, esses seres complicados e obtusos dos dias de hoje...)

Uns dizem que se deve brincar.

Uns dizem que não se deve brincar muito. Só com legos, os tão conhecidos amigos dos pais quando estes eram pequenos. Legos afinal não, dizem, pois é uma brincadeira apática e unilateral. Ficam só as historias de embalar. 

Uns dizem que deve ser 10 minutos por dia, outros não toleram menos que 24 horas diárias, já outros ainda, dizem que não deverá ser menos do 30 minutos.

Andamos neste ping-pong psicológico, consciência pesada, consciência leve, consciência pesada...

Dizem também que devemos usar brinquedos novos e de plástico,pois são sofisticados em cor e com outras tantas valências, já outros entendidos apontam para o uso exclusivo de brinquedos de madeira, a fim de aprimorar o desenvolvimento da criança (que até então tem sido vitima de bullying dos mauzões mattel, fischer-price, chicco etc etc).

Entretanto, outros elucidados afirmam que o ipad deverá ser banido qual herege do século XXI, eis que há ainda outra facção de sábios que (tão) sabiamente anuncia que o uso destes brinquedos tecnológicos é uma excelente aproximação às novas tecnologias deste mundo, e uma fenomenal preparação para o futuro que lhes espera. 

Andamos neste ping-pong emocional, somos bons, somos maus, fazemos bem, fazemos mal.....

Haja paciência!



(sobre isto)


Mais posts sobre Me&Us e mais posts com a tag "opinião" ver aqui.


Comentários

Mais lidas