O dia em que tentei ser uma mãe perfeita



Penso que terá sido pouco depois do João ter entrado na escola que a turma toda fez compota. Dias antes a educadora pediu aos pais para trazerem um frasco de compota, identificado com o nome do menino.

Ainda pensei que podia esvaziar um frasco lá de casa, lavar muito bem lavadinho, colocar um paninho na tampa e estava feito. 
Mas não! Eu queria me esmerar, como se vê na Martha Stewart!
Mãe que é mãe perfeita e muito perfeita descobre uns frascos vintage de compota,  bem ao estilo das nossas avós, com uns relevos  lindos e ainda uma daquelas frases clichês que tanto nos dizem. Tinha tempo, tinha paciência e admito que procurei em duas ou três lojas até que encontrei o frasco perfeito para a compota perfeita do meu filho perfeito.

Muito contente comigo própria, lá entreguei o frasco à educadora, à espera de rasgados elogios. A educadora pegou no frasco perfeito e guardou-o na estante, sem tecer um único elogio. Está à espera da compota, pensei eu.

À tarde, quando o fui buscar a sala, o Jr orgulhoso da sua aventura culinária, entregou-me o frasco perfeito com a compota perfeita de maçã. Tinha um paninho aos quadrados por cima da tampa e estava mesmo com um ar apetitoso daqueles frascos de compotas maravilhosas que se vendem naquelas mercearias gourmet ao virar da esquina.

Ao longe vi em cima das mesinhas pequeninas os outros frascos dos outros miúdos. Em modo de " o meu frasco era tão perfeito que até quero ver o vosso" lá fui eu espreitar.

Frasquinhos grandes e pequeninos, decorados com tinta, salpicados com brilhantes, identificados com etiquetas personalizadas com o nome e foto de cada menino. Frasquinhos grandes e pequeninos com glitter e pedrinhas e até rendinhas, perfeitamente desenhados com paninhos a condizer.
Frasquinhos grandes e pequeninos com dezenas de horas de trabalho decorativo em cima, que mais pareciam ser retirados da cozinha da verdadeira Martha Stewart, fizeram-me concluir que mais vale a pena não tentar ser assim tão perfeita. 

Apercebi-me que batalha estava perdida antes sequer de ter começado. 




foto: pinterest

Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

  1. Somos todas perfeitas, á nossa moda!(também há essas aves raras na creche da minha)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção, NÃO ESTOU a criticar, quem me dera a mim ser e conseguir fazer tudo assim. O meu meu humori é irônico e sarcástico, e Acho piada gozar com as situações em que me meto! É sim, somos todas perfeitas á nossa moda. E apreendemos umas com as outras! Beijinhos cara anônima

      Eliminar

Enviar um comentário

Mais lidas