A propriedade de um nome


Por vezes há aquelas que se agarram com unhas e dentes à promessa de um nome. Aquele nome que tanto trabalho deu para arranjar e que evoca um futuro fantásticamente maravilhoso. 
É meu, só meu, todo até ao fim! E ai de quem mo tentar tirar...

Ler aqui 
( conhecem alguém assim?)


Podem ler  todas as crónicas do Sapo Lifestyle aqui.

foto: pinterest

facebook | instagram | google+| bloglovin

Comentários

  1. Acho que não é uma questão de propridade, lol, mas que é irritante é!
    O que eu penso sempre é que com tantos nomes que existem porque ter que dar um igual??
    claro que acho que isto só se aplica a famílias, no máximo a grandes amigos! mas acho mesmo mauzinho, terem todos o mesmo nome na mesma geração...

    ResponderEliminar
  2. Sim, há fases em que todos tinham o mesmo nome. mas não podemos apoderar-nos de um nome e fazer finca pé e não deixar mais ninguém usar esse nome, só porque achamos que é nosso. é irritante escolherem todos o mesmo nome, mas por vzes há razoes e bem legitimas para o fazerem ( nome do pai \ mãe, da avo\avô etc etc)...

    ResponderEliminar
  3. Sim, concordo, mas os casos que conheço nem disso se trata...acho que é mesmo falta de imaginação...

    ResponderEliminar
  4. Para os meus filhos - estou grávida do terceiro - não dei nem o nome dos primos direitos (7 primos), nem dos tios directos (15). Com tantos nomes, achava falta de originalidade e, acima de tudo, acho que são nomes que já estão associados a determinada pessoa.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas