SOS | Quando levar o bebé ao médico?



  

Todos os pais querem um bebé sempre saudável, mas por vezes as viroses aparecem subitamente, e nós ficamos sem saber o que fazer. Com o primeiro filho, tudo é novidade e tudo é motivo de alarme. Já com o segundo, estamos mais treinadas, e habituadas a febres altas a meio da noite (é sempre a meio da noite…), às tosses, às otites etc etc. Mas mesmo assim, quais são os sinais que devemos chamar o médico?


Aqui ficam os sinais SOS para contactar o médico:
  • Convulsões;
  • Febre num bebé com idade igual ou inferior a 2 meses;
  • Cianose (lábios e extremidades roxas-azuladas);
  • Dificuldade em respirar;
  • Choro prolongado, grito ou gemido;
  • Sonolência demasiada, sem razão aparente ou prostração;
  • Recusa repetida em mamar (nas crianças pequenas);
  • Hipotonia (tónus muscular anormalmente baixo, com redução da força muscular);
  • Temperaturas corporais excessivamente altas (superior a 40º rectal ou 39º axilar);
  • Sinais de desidratação (olhos encovados, fontanelas deprimidas, prega cutânea, sede intensa, boca seca, urinar pouco, choro sem lagrimas, ausência de saliva, fraldas sempre secas, moleirinha muito mole.).
  • Obstipação
  • Perda de audição, ou responde de maneira diferente aos sons que ouve.
  • Umbigo mole ou pénis muito vermelho: Contacte o médico se a zona do umbigo ou a área do pénis começar a ficar muito vermelha, a sangrar ou a deitar secreções, deve contactar o médico imediatamente.
  • Alterações de temperamento: se o bebé aparentar estar mais letárgico, estranhamente mais difícil de se movimentar ou se interessar por algo. Chame o médico imediatamente. Comunique ao médico caso o bebé tenha estado mais nervoso, mais irritado, não faz contato visual, ou chora sem consolo nenhum.
  • Olhos cor-de-rosa, vermelhos, ou com secreções.

Se não existir nenhum destes sintomas, mas se existir a combinação de dois ou mais dos sinais e sintomas seguintes, então os pais devem levar a criança ao médico:

  • Ruídos respiratórios não habituais (gemido, pieira, rouquidão);
  • Irritabilidade
  • Vómitos repetidos após as refeições, ou acompanhados por febre e \ou diarreia
  • Diarreia;
  • Lesões na pele generalizadas (exantemas, borbulhas) acompanhadas ou não de febres inexplicadas;
  • Febre acima dos 40º rectal ou 39º axilar
  • Febres são normalmente inofensivas, mas têm que ser controladas. Se o bebé tiver menos de 3 meses deve contactar o médico sempre que tiver febre. Se tiver entre 3 a 6 meses e com febre acima dos 38.9º e não desce deve contactar o médico.
  • Se o bebé tiver entre 6 a 24 meses, com febres altas ( acima de 38.7º) associada a outros sintomas como constipação, diarreia, ou tosse, deve contactar o medico mais cedo mediante a severidade dos sintomas.

Confie nos seus instintos. 

Caso considere que deva falar já com o médico, não hesite. Pode também ligar para a Linha 24, que fornece um ótimo serviço de despiste e de acompanhamento.

Procure ajuda médica logo caso:
• Sangramento sem parar
• Envenenamento
• Convulsões
• Aumento de dificuldade em respirar
• Lesões na cabeça
• Inconsciência ou tempo de reação cada vez mais diminuído
• Grandes cortes ou queimaduras
• Pele ou lábios azulados, roxos ou cinza
• Aumento da persistência de dor

Esteja preparada para as perguntas:
Caso fale com o seu pediatra ou com outro médico terá que responder a certas perguntas para melhor ser possível compreender o estado do bebé. Esteja preparada para responder a este tipo de perguntas:

  • Quais os sintomas que o bebé tem? Quais são as nossas preocupações específicas? 
  • Qual o historial clinico do bebé? Tem alergias? Tem as vacinas em dia? Tem condições cronicas? Pode também que ter partilhar situações durante a gravidez e do parto caso o médico ache pertinente.
  • Alterações nas rotinas dos intestinos do bebé? Bebeu menos? Comeu menos? Aumentou o xixi ou o cocó? Cocó consistente ou líquido?
  • Alterações na temperatura do bebé? Tem febre? Qual a temperatura? Quando deu - medicação? Qual a medicação?
  • Medicação dada? Caseira ou prescrita?
 
Antes de falar com o médico, e como já normalmente estamos nervosas, é melhor já ter um papel e caneta preparado para anotar tudo o que o médico diz, horas e dosagens dos medicamentos. No meio da agitação, do bebé a chorar e de nós estarmos preocupados, podemos esquecer de pormenores importantes.     
 
Obviamente que este post é meramente informativo e não prevalece à opinião médica, ou ao bom senso dos pais. Caso considere que deve chamar já o médico mas os sintomas do seu bebé não estão aqui enumerados, ligue já para o médico!!


fonte: http://www.mayoclinic.org/healthy-living/infant-and-toddler-health/in-depth/healthy-baby/art-20047793
http://www.farmaciapessoal.pt/index.php/gravidez-e-bebes/quando-levar-a-crianca-ao-medico
foto: pinterest

Para mais posts relacionados com a saúde dos mais pequeninos, ver aqui

facebook | instagram | google+| bloglovin|  

Comentários

Enviar um comentário

Mais lidas