As saudades (e o skype)


Hoje em dia é difícil ignorar as novas tecnologias e difícil não as usar no nosso dia-a-dia. Se por vezes conseguem-nos fazer sentir menos sozinhas e aproximar distâncias, por outras desconfio que faça mais mal do que bem.

Voltamos a ser uma família de três durante uns dias e depois volta à normalidade de  4. Este ritmo de pai sai, mãe com filhos sozinhos em casa, e depois voltar a ser uma família de 4 durante uns dias, para reiniciar tudo novamente é cansativo. Mala feita, mal desfeita, mala novamente feita, mala desfeita. Na verdade é só por uns dias, mas o miúdos ( e eu) sentimos.

No passado conseguimos ultrapassar a distância pelo uso do skype, e era um ritual de família, nós deste lado, ele do lado de lá. Eles viam o pai, falavam, davam um beijinho  de boa-noite e dormiam melhor depois.


Agora, já não sei. É mais do esperávamos, e não sei se é tão bom assim. O skype aaproxima, e engana as saudades, mas também permite ver. E olhos que vêem, não enganam o coração, as saudades apertam e sente -se.

Ele esconde-se atrás de mim para não mostrar a lágrima que quer sair. Quase que não fala e fica melado. Desligamos, e fica nervoso. Talvez por não conseguir digerir o que sente, talvez por não perceber o que sente, chora. Chora por isto ou por aquilo, mas eu sei que é na verdade por ter saudades.
Prometo-lhe que o dia de regresso chega mais rápido, que amanhã vai ser melhor e contamos pelos dedos os dias que faltam.

Começa a ser pesado. Começa a ser difícil.






Mais posts sobre Me&Us 

Comentários

  1. Lá por casa ás vezes usamos o Skype como se fosse apenas uma janela...muitas vezes digo ao ai para olhar pelo filho enquanto tomo banho, ou vou acabar o jantar...e parece que não mas isso"quase que o traz pra casa" naquele momento...tentamos que não seja um "então como te tens portado???" e mais um"o que queres contar ao pai?" o Bernardo chega a fazer jogos com o pai a supervisionar do lado de lá...mas também nos acontece algumas vezes ele já nem querer falar/ver o pai, principalmente quando a ausência é maior, e sim isso é a maneira dele reagir ás saudades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Silvia, já tentámos fazer isso, e resulta durante uns tempos. Tal como consigo, se a ausência for mais prolongada, o uso do skype a meu ver começa afazer mais mal do que bem. . Obrigada pela partilha e um grande beijinho

      Eliminar

Enviar um comentário

Mais lidas