Goodbye summer


As férias grandes foram as grandes férias, com muito sol e mar, areia e piscina. 
Dias salgados, com o sol já a arrastar-se pela noite, jantares tardios cá fora, família e amigos, grandes e pequenos .
Este ano foi mais fácil, já com menos tralhas e mais agilidade. Os miúdos passaram os dias a brincar com os primos e amigos, e o João quase que não dava trabalho de tão distraído que andava. Este ano ele já não dormiu a tarde, mas aguentou relativamente bem. Já o Tomás, acordava de manhã, e só dormia a sesta no fim de almoço. Mas de sesta nada tinha, pois muitas vezes era a tarde toda. De manhã era uma azafama, entre ir ao mar e fugir da areia, este miúdo não parava queito. Corria atrás dos mais velhos, tentava tirar os brinquedos aos mais novos, saltava, e o seu maior divertimento ( e o irmão) era despejar um balde de agua por si abaixo! Sim, o Tomás aderiu à moda do ice bucket challenge, e auto nomeava-se para uns quantos banhos públicos a si próprio. 
Se no inicio as pessoas que o viam ficavam preocupadas, pois a agua este ano estava gelada e o miúdo ainda é pequeno (coitadinho, diziam), rapidamente se aperceberam que era o  próprio meio pingo de gente que despejava o balde por si abaixo!!!!! E até dançava de tão contente que ficava!

Acho que ele não percebeu bem o conceito de praia, mar, e areia. Primeiro detestou a areia, e recusava-se a pôr o pé. Depois, levei-o ao mar, molhar o pezinho na agua gelada. Ao ver as ondas, gritava bem alto " praia não! Não praia!! Vai embora!!".  Depois a onda recolhia, e ele continuava "anda cá praia! Anda!"
E quando a "praia" não respeitava as suas ordens, lá saía um "óhhhhhh! Mau mau!!"

Já o João adorava fazer grandes castelos, que depois se transformavam em piscinas com canais próprios para conduzir a agua. Era um delírio!
Este ano foi o piolho grande que ficou todo picado. Se no ano anterior fiquei eu, com uma grande e brutal picadela no olho, que inflamou, inchou e até de cortisona precisou, este ano foi ele. Felizmente não atingiu a grandeza da minha, mas ele mesmo com spray replente, e com aqueles dispositivos de colocar nas tomadas, ficou todo picadinho. Concluímos que somos boas companhias para levar em férias , pois apenas eu e ele fomos picados e o resto não. 

De manhã acordávamos e íamos para a praia. Saímos de casa já com o proter solar posto ( aconselho a todos, pois é muito mais simples a chegada a praia), o João levava a sua mochila com os brinquedos e a sua toalha, e nós o resto. 
Era a altura mais fácil para entreter os miúdos, entre o mar e as construções, e os banhos públicos do Tomás rapidamente passava duas / três horas. Por volta da uma voltávamos a casa para almoçar. Nas férias e com praia optamos sempre por sítios em que não seja necessário pegar no carro para ir à praia. Eu não sou grande entusiasta de praia, e assim posso sempre ir a casa quando quiser. 

No fim de almoço o Tomás ainda brincava um pouco e depois começava com a lenga-lenga "mamã óó, mamã, óóó!". E dormia 3 horas seguidas ( as vezes até mais). Eu preferia ficar em casa com ele, na piscina a ler ou também a dormir uma sestinha. Já os outros iam outra vez para a praia ou já no fim ficavam também na piscina. 

Neglicenciei um pouco o blog e o facebook, e sei que foi um período longo. Na verdade usei mais o instagram para "comunicar" e mostrar pequenos recortes do que foram estes dias ( ver aqui ), e mesmo televisão ou iPad foram um pouco esquecidos. Mas agora, já em casa, estamos back to business, e com algumas surpresas novas a anunciar. 

Fica aqui a pérola do João, que tudo vale para se esquivar:
"João anda cá!"
"Não posso, torci o olho!"













facebook | instagram | google+|










Comentários

Mais lidas