Os 5 anos parte I


Chegaram os 5 anos cá a casa. Já tinha apercebido que o João está mais “adulto”, mais crescido, com menos birras e mais tolerante.
O que esperar destes 5 anos?
Aos 5 anos a crianças já é capaz de falar 9 mil palavras!!! E capaz de as compreender, assimilar no seu discurso e no seu comportamento. Já entrou na fase de alfabetização.

Até os 5 anos de idade todo o desenvolvimento neuropsicomotor completa-se. Nesta fase, o cérebro finaliza todas as ligações. Já deixou de ser bebé dependente e indefeso para se transformar em uma criança autónoma, que faz amizades, é capaz de comer e de raciocinar sozinha.

Com esta idade a criança não precisa de tantos cuidados e atenção para realizar suas atividades diárias e já consegue até ajudar nas tarefas de casa, coloca a mesa, guarda a louça e arruma o seu quarto.
Tem confiança nela própria e se separa da mãe com mais facilidade, especialmente quando é para brincar na casa de um amiguinho ou dormir na casa dos Avós. Isso acontece porque se sente segura mesmo estando longe dos pais. Entende as situações, sabe que pode ligar para a mãe quando quiser e que ela voltará para buscá-lo.

A criança de 5 anos está a aprender o valor das amizades e dá-lhes muita importância. Quer aproveitar todos os momentos para brincar, inventar jogos e estar perto dos seus amigos.

Mais uma vez recorri ao blog da Olga, pois acho que resume lindamente todas as fases e etapas dos comportamentos dos 5 anos.


Comportamento
"A Maria é um menino!"
Entre os 5 e os 6 anos, a criança começa a preocupar-se mais com os outros, com os seus sentimentos e necessidades. A criança consegue pensar no efeito que o seu comportamento tem nos outros. Isto pode ajudá-la a controlar-se melhor. Mas também é uma idade em que as crianças gozam umas com as outras porque percebem que isso magoa. A criança está a aprender a tornar-se responsável pelos seus actos. Para isso, precisa de apoio dos pais e também de limites muito claros.

Do que preciso?
Os primeiros anos de vida são essenciais para a saúde, desenvolvimento e bem-estar da criança. Os 4 Rs são essenciais: Relação, Rotinas, Regras e Recompensas. Vamos discutir como ensinar a criança a portar-se bem usando os 4 Rs.

Relação - Os pais devem dar atenção à criança quando se porta bem: parem, aproximem-se, observem, escutem e comentem o que a criança está a fazer.

Rotinas - Os pais devem preparar a criança para transições ("Quando terminarmos este puzzle, vamos tomar banho") e para os desafios ("Vamos ao supermercado, mas não vamos comprar nenhum brinquedo").

Regras - Os pais devem estabelecer regras claras sobre coisas importantes, como segurança ("Temos de pôr o cinto para andar de carro"), forma de tratar os outros ("Não se bate").

Recompensas - Os pais devem elogiar e encorajar frequentemente os comportamentos positivos da criança ("Boa! Calçaste os teus sapatos sozinho!").

Como é ter 5/6 anos?
A criança está mais confiante e organizada. Percebe as regras e consegue explicá-las aos outros. Também consegue brincar em grupos de 2-5 crianças e controla melhor o seu comportamento. Quando se zanga, consegue resolver os problemas de forma mais calma. Os pais podem ajudar a criança a aprender a resolver problemas:
Conversem sobre os problemas e formas de resolver pacificamente
Quando surgem problemas, ajudem as crianças a pensar em formas de os resolver
Dêem espaço à criança para resolver os seus problemas e intervenham só quando parece demasiado difícil.

Ideias para brincar
Brincar ajuda a criança a aprender competências sociais importantes, que contribuem para tornar o seu comportamento mais adequado. A criança aprende a partilhar, esperar a sua vez, cooperar, seguir regras, resolver problemas. Nesta idade, brincar com outras crianças da mesma idade é essencial.

Brincadeiras com amigos
Bolas e espaço livre
Roupas e acessórios para disfarces
Puzzles e jogos de mesa
Lápis, canetas, tintas, cola, tesoura, papel, plasticina para obras de arte
Caça ao tesouro
Uns minutos de brincadeira com os pais todos os dias
Rimas: ensine à criança rimas e lenga-lengas; quando já perceber como se rima, podem jogar às rimas e ver quem encontra a palavra mais divertida para rimar.
Qual é o som? Diga palavras começadas pela mesma letra (bola, boneca, balão) e peça à criança para descobrir qual é o primeiro som. Depois troquem de papéis
Rotinas e Sono


Hora da caminha
O sono é essencial para saúde, crescimento e desenvolvimento da criança. Por isso mesmo, é uma tarefa central na sua rotina. Para dormir bem, a criança tem de aprender bons hábitos de sono, como adormecer sozinha. Contudo, conseguir que a criança sossegue ou que durma toda a noite pode tornar-se um desafio. Por isso, é muito importante promover bons hábitos de sono.

O sono aos 5/6 anos
Precisa de 11-13 horas de sono durante a noite. Provavelmente ja não precisa de sesta.
Pode resistir a ir para a cama porque está a aprender a testar os limites.
Pode ter medos e pesadelos que dificultam o sono.

Como conseguir uma boa noite de sono?
Manter rotinas diárias consistentes e fazer actividade física durante o dia.
Evitar bebidas e alimentos com cafeína (chá, refrigerantes, chocolate).
Evitar brincadeiras muito activas antes de deitar.
Evitar usar a cama para outras actividades para além de dormir.
Ajudar a criança a acalmar-se (um banho quente, uma "massagem").
Garantir um espaço adequado ao sono: uma temperatura agradável, silencioso, escurecido, sem televisão.
Manter uma hora de deitar e de levantar consistente.
Manter uma rotina de sono.

Como estabelecer a hora de deitar?
Considere o número de horas de sono que a criança precisa.
Considere a hora de acordar adequada para a família.
Parta da hora de acordar e ande para trás o número de horas de sono necessário para encontrar a hora de deitar desejável.

Como estabelecer uma rotina de sono?
Uma rotina de sono implica envolver a criança numa série de actividades calmas nos 20-30 minutos antes de deitar. Por exemplo:
Lembrar que é hora de sossegar.
Ir á casa de banho tratar da higiene.
Fazer actividades sossegadas (contar uma história ou cantar uma canção.
Deitar, aconchegar e dar beijinho.

! O mais importante é manter a rotina consistente, isto é, o mesmo tipo de actividades, pela mesma ordem, mais ou menos à mesma hora, todas as noites.


E quando as "boas noites" são difíceis?
Garanta que a criança tem tudo o que precisa antes de sair do quarto.
Se a criança chamar, tente não responder.
Se a criança tem medo de alguma coisa, mostre rapidamente que está tudo bem e volte a sair.
Se a criança se levantar, conduza-a de volta para a cama e lembre-lhe que deve ficar deitada, de forma firme e calma. Não converse nem ralhe.
Se já tentaram tudo e continua a ser difícil, procurem os profissionais de saúde.


foto: pinterest
fonte: o rei vai nu

nota: mais artigos relacionados com comportamentos e idade ver aqui.  
Ver mais posts sobre educação e desenvolvimento dos bebés e das crianças, ver aqui


Comentários

Mais lidas