Bem-vindos à KidZania



Desde há muito tempo que andávamos para ir visitar a KidZania. Mas ou por isto por aquilo nunca arranjávamos tempo para ir, e agora vejo que já devíamos ter ido há muito tempo!!




Portanto quando o desafio foi lançado pela KidZania, obviamente dissemos que sim e lá fomos nós, rumo à cidade dos mais pequeninos. 


Já conhecia o conceito, sabia o que ia ver, e sabia que as crianças iam ficar doidas quando lá entrassem. Não estava à espera era que as quase 8 horas que lá estivemos dentro passasse a correr, nem muito menos que nós, os pais, também gostássemos tanto. Numa só palavra ADORÁMOS!!!


Aconselho mesmo todos os pais a lá irem, vão gostar com certeza. E para os que lá já foram, aconselho a repetirem, pois além de super didáctico, as crianças adoram cada vez que lá vão. Para além de acompanharem os conteúdos escolares, a equipa presente està muitíssimo bem treinada e consegue cativar mesmos os mais irrequietos. 

Para os que não conhecem, a A KidZania é um parque temático dirigido a famílias, com crianças dos 3 aos 15 anos. Nesta cidade construída à escala dos pequeninos, as crianças podem “brincar aos adultos” num ambiente altamente realista, e podem escolher entre as 60 profissões disponíveis. Desde de bombeiro, a polícia, a médico, a pediatra, a socorrista do INEM, a cabeleireiro, a jornalista, a repórter da tv, a modelo, a cozinheiro, distribuidor da Coca-Cola, carteiro dos CTT, corredor, piloto, pintor, trabalhar no MacDonalds ou Continente, ou ate Pizza Hut, actor, enfim, as hipóteses são tantas que nem conseguimos ver todas.

As atividades são desenhadas para serem simultaneamente divertidas e pedagógicas, com base no conceito de edutainment (educação + entretenimento). Os conteúdos acompanham os programas escolares e procuram ensinar às crianças valores e regras de cidadania, ajudando-as a viver de forma saudável em sociedade.

Como qual país desenvolvido, também têm a sua própria moeda oficial, os kidzos! Com os kidzos os cidadãos vão poder aceder aos mais variados serviços dentro da cidade (supermercado, cabeleireiro, alugar um carro, etc.) As crianças tanto podem escolher ser cliente, ou ser trabalhador, ficando assim com uma noção de que para gastar dinheiro é primeiro preciso trabalhar. Um outro aspecto interessante, é que também ficam com a noção de que o conhecimento é mais valioso do que o trabalho. Para ganhar kidZos as crianças vão ter que trabalhar nas profissões que mais gostarem e o seu esforço será recompensado. Cabe às crianças fazer a gestão do seu próprio dinheiro, havendo a possibilidade de guardarem os kidZos na sua conta bancária da KidZania e levantá-los nas caixas ATM na próxima visita.

Afinal o dinheiro não cresce nas árvores!

Mal chegamos, ao aeroporto, os miúdos são logo tratados por Senhores (e ficam todos contentes!), fazem o check-in e são-lhes entregue 50 kidzos para poderem gerir a sua vida lá dentro.

É também colocada a cada criança uma pulseira, que está agregada às pulseiras dos adultos. O que significa que aquela criança só pode sair do local com um adulto portador de uma pulseira previamente identificada no grupo. Ou seja, não podem sair com estranhos. Uma outra coisa gira das pulseiras, é que se por acaso nos perdemos (sim, porque a cidade ainda é grande!), basta colocar a nossa pulseira junto de um monitor de segurança e rapidamente diz onde estão localizadas as outras pessoas do nosso grupo. Podemos até ver pelas imagens das cameras o que fazem. Para ser sincera, isto transmitiu-me muita segurança!


Passado o check-in, entramos pelas portas de embarque e chegamos ao nosso destino. Eles ficaram malucos!!! Era mesmo uma réplica de uma cidade, á escala deles, até com calçada á portuguesa, ruas, prédios, bancos, enfim, tudo o que vemos na nossa cidade.

O João quis ir logo ser bombeiro. Andou no carro de bombeiros e até ajudou a salvar um gato perdido numa árvore. Adorou.



Depois queria ir andar de carro, mas como não tinha carta não o deixaram. Fomos então tirar a carta de condução. Inscreveu-se no ACP, foi às aulas e teve um teste. Passou, e recebeu uma carta de condução tal e igual á nossa!

Enquanto andávamos lá a escolher novas profissões, havia sempre policias a ver se estava tudo bem, ou até mesmo repórteres do Expresso a cobrir os últimos furos das noticias. Os carteiros também andavam muito atarefados em entregas urgentes, bem como os senhores da Coca-Cola sempre preocupados com a distribuição das bebidas. 


Até o Tomás quis participar, e conseguiu ir ajudar a pintar uma casa. 

 Fomos visitar a maternidade e as urgências. São tal e igual ás verdadeiras, com o mesmo detalhe e pormenor. Na maternidade aprendem a tratar de um recém-nascido, mudar fralda, pôr creme, banho. Ao lado, há uma clínica dentária, que pelo sinal estava sempre cheia. 

Para os que mais gostam da cozinha, podem ir aprender a fazer pizzas ( e depois deliciarem-se com o que preparam), podem ir aprender a fazer bolos (e depois provar), sumos, cereais, e até mesmo como fazer um hamburger da MacDonalds.
Para os mais intelectuais, podem frequentar a universidade, ou ir ver uma peça de teatro (e ate mesmo fazer audições para entrar no elenco de luxo!). As meninas fás da moda podem ir ter cursos de modelos, com maquilhagem e tudo!
(Notem a jornalista, pronta para fotografar as promissoras modelos)
(Por algum motivo aqui estes dois residentes da cidade foram aconselhados a descansarem nesta sala, com barras horizontais e curiosamente ao lado da esquadra da polícia...)

Enfim, foi tanta coisa gira que vimos, que tudo passou a correr. Com tanta animação tive pena de não conseguir tirar fotos melhores, mas andamos sempre a correr de um lado para o outro, ora a trabalhar ora a ser cliente. 
Além de se divertirem imenso, os miúdos ( os mais crescidos) conseguiram perceber que para poderem comprar coisas têm que ter dinheiro, e para ter dinheiro é preciso trabalhar! Foi uma lição importante, que aprenderam por eles próprios! Achei um máximo quando o João disse "quero fazer aquilo, mas não tenho dinheiro! vou trabalhar para ganhar!"

Recomendo a todos irem á KidZania, ou façam como nós, agendem já um regresso à cidade dos mais pequeninos (sim, porque durante o fim de semana inteiro, era constante a "quando voltámos? podemos ir amanha?"
Mas ficou prometido que no mínimo uma vez por ano vamos cá voltar!!


OBRIGADA KIDZANIA!!!!!


Mais posts sobre Me&Us  
Ver mais posts sobre o desenvolvimento dos bebés e das crianças, ver aqui

Comentários

Mais lidas