Nós e a nossa (inexplicável) culpa


Sentimos culpa, sem razões para tal, sem justificações racionais, sem motivos verdadeiros.
Crónica de hoje, a culpa inerente a ser mãe, e que inexplicavelmente não se estende ao pai.

Ver aqui. 

podem ler todas as crónicas do Sapo Lifestyle aqui.

 foto: pinterest

facebook | instagram | google+| bloglovin|

Comentários

  1. Ai... Olha, nem sei que dizer...

    Eu que ainda ontem ía no carro no caminho do trabalho a casa e a pensar 'será que sou má mãe'? 'será que...' 'será que...' Este texto espelha tal e qual o que acontece muitassssss vezes em casa... O pior é mesmo os 5 dias da semana em que estamos 30 minutos com o filhote de manhã e às vezes nem 2horas à noite estamos com ele porque começa a ficar rabugento e com sono e vai nanar cedinho... Por vezes não se pensa nisto, mas quando se pensa bate um sentimento de culpa, de querer passar mais tempo com ele e isto de TENTAR ser boa mãe, boa esposa, boa dona de casa, boa cozinheira, boa amante e por aí fora tem muito mas muito mas muitissimo que se lhe diga...

    Beijinhos***
    joana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas