Resoluções

Com o passar do Natal, vem logo a Passagem de Ano e o momento de reflexão sobre o que passou, o que foi feito, o que não foi feito, o que foi apreciado, o mais difícil, o mau  e o bom do ano passado.

É um momento de reflexão, e também de definição dos objectivos que queremos cumprir no próximo ano, nos erros que queremos corrigir, nas coisas boas que queremos manter, e os sonhos que gostaríamos de realizar. Como manda a tradição, às doze badaladas, doze uvas, doze desejo, e um mundo novo cheio de esperança à nossa espera. 

Talvez devido às circunstâncias actuais, talvez devido ao que tenho lido aqui neste mundo interminável da blogosfera, talvez por estar com casos próximos, a única que coisa que peço para 2014 é SAÚDE. Saúde para mim, saúde para os meus filhos e marido, saúde para os meus pais e irmãos, saúde para a minha família de sangue e a "adoptada", saúde para os amigos. 

Do que tenho visto e lido, cada vez mais me convenço que o nosso maior bem, o nosso maior presente é mesmo ter boa saúde. Sem querer ser uma daquelas pessoas lamechas, nem querer escrever textos lamechas e utópicos, a saúde é o essencial para a nossa felicidade. Dificilmente somos felizes se não tivemos saúde. 

E por vezes no nosso dia-a-dia agitado, nem damos conta da sorte que temos, ficamos aborrecidos com coisas sem importância, andamos apressados de um lado para o outro, fazermos mil e uma coisas ao mesmo tempo, ficamos enervados com palermices, e nem apreciamos o que de mais valioso temos, uma família com boa saúde. 



Comentários

Mais lidas