Rotinas & Sono | tema sensivel cá de casa


ARgENTUM ~ INNOCENT ~ la potion infinie #brothers #blackandwhite #shattered
Quem já me segue certamente já se apercebeu que o sono é um tema sensível cá em casa. Isto porque o João desde bebé que dormia muito mal e por vezes hoje ainda dá assim uma ou outra surpresa nocturna. 

Por mais que tenho lido sobre o sono e um bocado pela experiência e sensibilidade que fui adquirindo, admito que, em grande parte nós - os pais - fomos os grandes culpados pelo prolongamento desta fase mais cinzenta. Agora que consigo comparar "in loco" com o Tomás, em que comparo tanto a sua personalidade e facilidade em adormecer (e dormir a noite toda seguidinha), como também o nosso comportamento face a eventuais birrinhas que faça ou tentativas de chamadas de atenção para sair da cama ou recusar-se em dormir, vejo que sim, a culpa, foi também nossa em grande parte!


Talvez por termos sido pais de primeira viagem, talvez pela insegurança e incerteza que tínhamos vejo agora todos os erros que fizemos, e nem sequer demos possibilidade ao bebé em se auto-acalmar, pois ao mínimo "ai", lá estávamos nós, mesmo sendo as nove da noite, como á meia-noite, como às tantas horas de madrugada (e foram tantas e tantas...)

Também já disse que que aprendi ( ás minhas custas) que é mesmo muito importante criar rotinas com os bebés, pois notei que isso ajudava na hora de adormecer. No nosso caso, a rotina que criamos foi a de ver 2 desenhos animados, ler uma pequena história  (já na cama) e dormir. Digo que resultou, não passou a adormecer logo, nem sem algum choro, mas gradualmente habitou-se, e era já ele que quando estava mais cansado pedia para ver os desenhos (como quem diz " depois quero ir para a cama).

E por esta nossa fase cinzenta que atravessamos, e por nos termos sentido às vezes cansados, desamparados, sem saber o que fazer, que resolvi partilhar este post (novamente) do blog O Rei Vai Nu, que tanto gosto e sigo, para ajudar a melhor compreender os nosso pequenotes e ultrapassar algumas fases mais cinzentas que também possam estar a passar.


Rotinas e Sono 
parte I


"Só mais um bocadinho..."
A criança é muito curiosa e entusiasma-se com tudo. Precisa de oportunidades para explorar e descobrir, mas também de limites. Os limites e as rotinas ajudam a organizar o seu entusiasmo e contribuem para dar segurança à criança. Por outro lado, fazem com que seja mais fácil interromper as actividades da criança.


Do que preciso?
Os primeiros anos de vida são essenciais para a saúde, desenvolvimento e bem-estar da criança ao longo da vida. Os 4 Rs são essenciais: Relação, Rotinas, Regras e Recompensas. Vamos discutir o papel das rotinas na vida da criança.

Rotinas - As rotinas ajudam a criança e a família a saber o que é preciso fazer, quando, em que ordem, por quem. Tornam os dias mais previsíveis e ajudam a criança a sentir-se segura e a portar-se melhor.

  • Não há regra sobre o número e tipo de rotinas que as famílias devem ter. Rotinas diferentes funcionam bem em famílias diferente. Experimentem e simplifiquem!
  • As rotinas devem considerar as necessidades de toda a família. Por exemplo, considerem a hora a que saem e a que habitualmente chegam a casa para encontrarem tempo para a higiene, alimentação, sono, brincadeiras.
  • Organizem as rotinas da criança à volta da alimentação, do sono e da higiene. Para além destes, reservem tempo para as coisas importantes, como brincar, estar com os pais, contar histórias.


Como é ter 5/6 anos?

A criança de 5/6 anos mostra curiosidade acerca de tudo e está sempre a aprender. Nesta fase, pais e criança preocupam-se muitas vezes com a entrada na escola. A preparação para a escolaridade envolve ser capaz de fazer uma série de coisas

  • Estar longe dos pais
  • Vestir-se e despir-se sem ajuda
  • Usar a casa-de-banho sozinha
  • Explicar as suas necessidades
  • Contar histórias
  • Prestar atenção enquanto se lê uma história e responder a perguntas
  • Lembrar-se de 2-3 passos para completar uma tarefa - descalça-te, lava as mãos e vem para a mesa
  • Trabalhar de forma independente
  • Cumprir regras e esperar a sua vez
  • Fazer puzzles simples
  • Usar o lápis e a tesoura
  • Desenhar animais, pessoas, objectos
  • Escrever, desenhar ou copiar formas, letras e números
  • Identificar algumas cores, letras do alfabeto e números
  • Contar até 10
  • Perceber que se lê da esquerda para a direita e de cima para baixo

Ideias para brincar

Brincar é a forma como a criança aprende e contribui para a sua preparação para a escolaridade


Brinquedos para a criança de 5/6 anos:

  • Blocos para construções 
  • Bolas pequenas e grandes
  • Bonecas para vestir e despir
  • Carros, camiões, garagens
  • Roupas e acessórios para disfarces
  • Livros, puzzles (12-15 peças), jogos
  • Lápis, canetas, tintas, cola tesoura, papel, plasticina para obras de arte

Uns minutos de brincadeira com os pais todos os dias


  • Peça ajuda à criança em tarefas domésticas, como pôr a mesa ou estender a roupa e aproveite para treinar os números ("precisamos de quantos guardanapos?") e as cores ("dá-me todas as meias azuis").


foto: pinterest

mais posts com a tag cool ver aqui e sobre sono ver aqui.  

Comentários

Mais lidas