Real Life Baby Barbie




Assisti a algo que me deixou de boca aberta! Estávamos nós a comprar um gelado quando apareceu uma mãe e os seus 3 filhos, duas meninas (penso que tinham 6 e 10 anos) e um rapaz , talvez de 8 anos. Devo dizer que eram os 4 altos e magros, sem sinal de algum distúrbio alimentar, nem gordurinhas escondias. eram 3 crianças normais, e uma mãe alta e magra.


O dia estava abafado e pedia mesmo por um bom geladinho. O menino perguntou a mãe se podia ter gelado, a mãe respondeu que sim. Recebeu o seu copo com duas bolas e topping de chocolate.
As meninas , certamente com calor, também pediram um para cada. A mãe, muito calmamente, virou-se para a meninas e lentamente explicou-lhes :

-" vocês são meninas, e não podem andar a comer tudo o que apetece. Está na altura do verão, e de irmos para a praia, portanto não podem ficar gordas."

As meninas disseram algo do género " mas ele esta a comer"
Ao qual a mãe responde:

-" o vosso irmão é rapaz, é diferentes. Não precisa de ser magro."

Fiquei a pensar nisto a tarde toda. Estas duas meninas vão crescer a pensar que estão gordas - o que não estavam, nem nada que se parecesse - e que as mulheres deveriam ser magras apenas por motivos puramente estéticos. E mais, o poder de influenciar que, neste caso uma mãe, tem é abismal.

Nem vou aprofundar a questão estética e fútil que as mulheres têm que ser magras e etc etc. Deixo isso para outro post.
Mas o que me incomodou foi ver as duas meninas, não mais de 6e10 anos, duas crianças, a serem submetidas a uma dura e cruel lavagem cerebral pela própria mãe! Duas crianças que foram e serão impedidas de poder gozar em pleno as suas infâncias, de comer e abusar dos chocolates e doces, gelados e sumos, pois a mamã quer duas barbies como filhas.  E o pior é que estas duas meninas, vão passar semelhantes ensinamentos para ás suas próprias filhas, e também estas serão barbies de vida real, cheias de complexos, de personalidade fraca, e com princípios e fundamentos muito duvidosos.






 As fotos são de Valéria Lukyanova, uma mulher que após dezenas e centenas de cirurgias plásticas ficou com um visual igual ao da Barbie

Comentários

  1. Não costumo criticar mas esta situação deixou-me perplexa! Como é que é possível?? Que sociedade é esta que "cria" estes monstros (refiro-me à senhora, claro está)?? Até fiquei mal disposta Marta... Ainda bem que não assisti a tal cena.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais lidas