The Baby Series - a exploração dos objectos


como aqui o baby Tomás  metia sempre tudo e mais alguma coisa à boca, resolvi andar a pesquisar o porquê ...

Das mãos à boca

a partir do momento em que o bebé consegue coordenar as suas acções "das mãos à boca", qualquer objecto novo que lhe é oferecido é logo levado até á boca para ser investigado. Esta acção está relacionado com o facto que a boca do bebé é no inicio mais sensível do que qualquer outra parte do corpo, nomeadamente por causa da amamentação: colocar um objecto na boca é algo instintivo para uma criança. é a sua maneira de "reconhecer" e "explorar" o objecto.


esta fase da boca, segundo os entendidos, dura um largo período de tempo, e caso avance para fases posteriores pode-se tornar perigosa. a curiosidade do bebé é tão grande que, após aprender a gatinhar, desloca-se rapidamente à procura de objectos "interessantes" para agarrar e meter á boca.

existem 3 tipos de objectos em casa que podem magoar o bebé:
1. os que são mais afiados do que aparecem: ex tesoura;
2. os que são suficientemente pequenos para serem engolidos: ex berlindes, legos pequeninos, brinquedos do irmão mais velho
3. os que são quimicamente nocivos: ex produtos limpeza \ medicamentos

mesmo os brinquedos considerados apropriados para estas idades - como os objectos de plástico que podem ser chupados ou mastigados - podem ser perigosos caso forem deixados durante muito tempo ao ar sem serem limpos.

compreender o objecto

além de meter coisas á boca, o bebé também as agita, bate com elas e atira-as. a partir destes testes o bebé aprende se os objectos são leves ou pesados e lisos ou afiados, bem como todas as outras características  dos objectos.

descobre como a sua forma afecta a maneira como se movem, como encaixam dentro de um outro, e como fazem ruído. este conhecimento levará a compreensão de tudo, desde geometria, matemática, etc etc..

permanência do objecto

um dos mais significativos progressos do bebé na compreensão dos objectos que o rodeiam é a permanência do objecto. em primeiro lugar, por volta dos 6 meses, o bebé aprende que cada objecto é único. anteriormente, sempre que via um pássaro numa árvore, assumia que se tratava do mesmo pássaro; agora, o bebé sabe que cada pássaro é diferente.

a partir deste momento, o bebé começa gradualmente a compreender que um objecto não deixa de existir quando deixa de estar no sítio. o jogo do esconde-esconde é um bom exemplo - um dos preferidos dos bebés nesta fase.
entre os 3 a 6 meses o bebe aprende a esperar que a cabeça dos pais apareça de trás da porta ou almofada, mas só mais tarde, entre s 6 e 9 meses, é que percebe que a cabeça dos pais está atrás da porta, mesmo que não a consiga ver. o mesmo é verdade para uma bola que rola para debaixo do sofá e um pé debaixo da mesa.
este é um estádio fundamental na aprendizagem de um bebé.



retirado do livro "descobrindo o seu bebé" - desdmond morris

nota: mais artigos relacionados com comportamentos e idade ver aqui.  
Ver mais posts sobre educação e desenvolvimento dos bebés e das crianças, ver aqui


facebook | instagram | google+| bloglovin

Comentários

  1. Tal e qual! Às vezes assusto-me da forma como o Baby Boy agita os objectos que tem na mão! É com tanta força que se aquilo bate na cabeça não sei como vai ser! Mas tento deixá-lo explorar. Sempre com objectos para bebés :)
    Para as avós é diferente. Elas acham que ele mete muitos objectos na boca porque anda à rasca dos dentes! Qualquer coisa é....dentes ou fome!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, o t, segundo os entendidos, anda para ter dentes praticamente desde que nasceu! E impressionante a rapidez com que mete tudo á boca! Vamos ter que ter muito cuidado com ele começar a gatinhar e andar!!!
      Achei interessante, e então resolvi publicar. Ainda bem que gostaste!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mais lidas